Home
sábado, 22  de setembro de 2007|  Adicionar aos Favoritos  |   Indique a um Amigo        
Foto
AjudeSou ContraCuriosidadesContate-nos
   Quem Somos
   Parceiros
   Reuniões e Eventos
   Contate-nos
Ajude
   Adote um Animal
   Abaixo-Assinados
   Castração
   Denuncie
   Doações para o Abrigo
   Posse Responsável
   Procura Animal Perdido
   Seja Voluntário
Sou Contra
   Animais em Circo
   Atrocidades
   Carroças Tração Animal
   Leishmaniose
   Pesquisas com Animais
   Rodeios
   Rotulagem Animal
   Touradas
Curiosidades
   Dicas e Orientações
   Divertidos
   Emocionantes
   Punições
   Sites/Links
 

 Forum >> Rodeios/Farra do Boi >> Ministério Público quer impedir rodeio em festa de Sorocaba
Ministério Público quer impedir rodeio em festa de SorocabaResponder sobre Ministério Público quer impedir rodeio em festa de Sorocaba
Administrador AB
7/1/2007
Fonte: jornal Bom Dia Sorocaba:
http://www.bomdiasorocaba.com.br/index.asp?jbd=2&id=108&mat=36415
Pedido de averiguação é apresentado a promotor que admite cuidar pessoalmente do caso

O promotor do Meio Ambiente de Sorocaba, Jorge Marum, recebeu em mãos ontem, um pedido da vereadora Tânia Bacelli, para que o Ministério Público faça uma averiguação do rodeio que deve acontecer durante a festa de peão que será realizada no Haras Pagliato. O evento faz parte do calendário comemorativo do aniversário de Sorocaba.

Marum afirmou ontem que o Ministério Público poderá impedir que ocorra o rodeio em Sorocaba. "Pedirei urgência na entrada do pedido e solicitarei informações à prefeitura. Garanto que, se nenhuma providência for tomada, passarei a cuidar diretamente do caso e entrarei com uma ação para inviabilizar a realização do rodeio", citou.

Tânia pede fiscalização sobre maltratos dos animais, apoiada na Lei Municipal 5.711/98 e na Lei estadual 11.977/05, onde cita que "nenhum tipo de rodeio pode ser realizado em Sorocaba, com uso de sedém, peiteiras ou até mesmo choque elétrico em cavalos e bois".

A outra parte da festa, que prevê a realização de vários shows com vários artistas, ocorrerá normalmente.

No calendário nacional
Segundo o advogado dos organizadores do evento, Daniel Mantovani, não há motivos para a não realização do rodeio. "Sorocaba faz parte do calendário da CNAR (Confederação Nacional de Rodeio), que tem o apoio do Ministério dos Esportes".

O advogado citou que a organização do evento atende todos os quesitos da Lei Federal nº 10.519/02 que "Dispõe sobre a promoção e a fiscalização da defesa sanitária animal quando da realização do rodeio". Dentre as exigências, ela dispõe sobre os materiais a serem usados nas montarias.

Mantovani disse que os organizadores estão à disposição para que qualquer tipo de fiscalização seja feita no rodeio. "Teremos um veterinário responsável para cuidar dos animais, mas abrimos para que haja outro, da Prefeitura, para fiscalizar".

O que diz a legislação municipal

* Lei Municipal
A Lei Municipal nº 5.711, criada em 30 de junho de 1998, não veta a realização do rodeio. Ela cita apenas que será proibido qualquer tipo de evento onde os animais possam ser maltratados.

* Pena é de até 10 mil
A pena para os responsáveis pelo evento que descumpram essa Lei, é de mil a 10 mil UFIR´s. A cada reincidência que ocorra, os valores são dobrados.

* Alvará em análise
Segundo Tânia Bacelli, o alvará que permite a realização do rodeio e deve ser emitido pela Prefeitura, ainda está em análise. O 1º passo, segundo a Lei Municipal, é de fiscalizar o local do evento, o material utilizado e como os animais são tratados.

* Não ferir animais
Os apetrechos técnicos não podem ferir os animais, como: cintas, cilhas e as barrigueiras em lã natural, cordas com redutor de impacto e proibição de esporas pontiagudas.

RodapéRodapé
|   Home   |   Ajude   |   Sou contra    |   Curiosidades   |   Contate-nos   |   Login   |   FÓRUM   |   Perguntas Freqüentes   |