Home
sábado, 22  de setembro de 2007|  Adicionar aos Favoritos  |   Indique a um Amigo        
Foto
AjudeSou ContraCuriosidadesContate-nos
   Quem Somos
   Parceiros
   Reuniões e Eventos
   Contate-nos
Ajude
   Adote um Animal
   Abaixo-Assinados
   Castração
   Denuncie
   Doações para o Abrigo
   Posse Responsável
   Procura Animal Perdido
   Seja Voluntário
Sou Contra
   Animais em Circo
   Atrocidades
   Carroças Tração Animal
   Leishmaniose
   Pesquisas com Animais
   Rodeios
   Rotulagem Animal
   Touradas
Curiosidades
   Dicas e Orientações
   Divertidos
   Emocionantes
   Punições
   Sites/Links
 

 Forum >> Pesquisas com Animais >> Crueldade na UFPR
Crueldade na UFPRResponder sobre Crueldade na UFPR
Administrador AB
8/1/2007

Gente! Preciso muito da ajuda de vcs.Está preste de acontecer uma barbaridade na Universidade Federal do Paraná. Lá no setor de biológicas no departamento de anatomia, há 6 cães que vão ser utilizados em aulas práticas do curso de odontologia.
Os animais serviram de cobaias para os alunos de odontologia aprenderem como se coloca aparelhos dentários de seres humanos nos pobres cachorros.Eles
estão confinados em pequenas gaiolas, sem verem a luz do dia, eu mesma vi, depois do experimento vão ser sacrificados se não morrerem antes, pois esses
aparelhos doi muito em gente, imagina em cães que a arcada dentária e diferente.
Eles vão ficar nessa situação de confinamento por 4 meses, presos em gaiolas e depois ficaram um tempo com os aparelhos para ver como reage em suas bocas, se há rejeição, deformidades e outras monstruosidades.

Me ajudem pelo amor de Deus a divulgar isso. E alguma autoridade proibir isso.O Ministério Público proibiu que a Universidade Federal cometece esse tipo de aula, mas ela está fazendo por debaixo dos panos.Eu fui lá ver os cachorros, eles estavam gritando desesperados, até parecem que sabem o que vai acontecer com eles.

O local é UFPR, centro politécnico , setor de ciência biológicas, departamento de anatomia- Jardim das Américas.

Divulguem isso na internet, na mídia, em qualquer lugar que possa causar efeito e mobilização das autoridades e da população."

Segunda mensagem recebida...:

Consuelo esse e-mail é para agradecer o apoio e a preocupação com um assunto tão terrível e abobinável. Aqui vão algumas fotos anexadas a essa mensagem
que mostra a condição com que os animais estão sendo tratados.
O cachorrinho preto e amarelo que aparece nas fotos está doente, ele estava junto com os cativos, mas como ele estava defecando sangue, os responsáveis pelo "projeto" o amarraram lá fora numa árvore sem comida e no frio, algumas almas caridosas que o tiraram de lá e o colocaram em uma caixinha de papelão debaixo de uma churrasqueira, assim aparece na foto, e estão dando comida para ele. Já os outros continuam cativos em pequenas gaiolas sem forração no piso, é um lugar frio e escuro, o qual vc pode constatar nas fotos.
Depois do experimento de terror eles continuaram nesse lugar por 4 meses para ser analisada as consequências tal experiência.Com certeza absoluta essas pobres criaturas vão sofrer de dor.O projeto de terror, o termo científico é: Estudo da degeneração tecidual em área de defeito ósseo a partir da utilização de proteína morfogenética óssea. A pesar de ser leiga, isso significa que vão provocar um degeneração no ósso facial dos animais e
nos dentes através de injeções de alguma substância degenerativa para o tecido ósseo. Isso vai provocar dores terríveis, não vão conseguir se alimentar e definhar a té a morte e as condições que eles estão, em ambiente
frio vai se agaravar mais ainda a situação deles.
O outro teste diz respeito a: Alterações periodontais e radicula, produzidas mini implantações para ancoragem ortodóntícas. Isso quer dizer que vão colocar neles algum tipo de aparelho dentário de seres humanos. Tudo isso é
terrível, um ato nazista, sendo que agora em animais, o verdadeiro holocausto animal.
O nome do professor responsável por isso é: Dr. Jaime Bordini Jr, mestre em biologia molecular.
Esse sujeito mandou uma carta ao Ministério Público, afirmando que ele era doutor e sabia o que fazia e que estava acostumado a fazer esse tipo de experiência e que isso era em prol da humanidade e não feria a ética. E que
a pessoa que fez a denúncia anônima era sem conhecimento e que isso não configurava maus-tratos, pois os animais estavam sendo bem cuidados e
alimentados adequadamente por bioquímicos e pessoas competentes. Mas vc vai ver nas fotos como os animais estão sendo tratados e onde continuaram depois
da experiência nazista.
A carta que essa pessoa envia para o MP é de tal boçalidade e prepotência e que os protetores são uns ignorantes, pois vale tudo em nome da ciência em
prol da humanidade e que ele é ético etc e tal.
Pergunte a um profissional do ramo da odontologia que experimento é esse e quais são as agreções. O MP precisa de uma perícia, um parecer de uma pessoa
competente do ramo da odontologia para analisar esse tipo de experimento, se vai provacar dor etc...
**************************

 Endereços para denuncias:

Universidade Federal do Paraná:
http://www.ufpr.br/portal/

Gabinete do Reitor:
 Prof. Dr. Carlos Augusto Moreira Júnior
e-mail: gabinetereitor@ufpr.br

Gabinete do Vise-Reitora:
Prof.ª Dra. Márcia Helena Mendonça
e-mail: vicerei@ufpr.br

Professor responsável pela experiência maldita:
Prof. Jayme Bordini Jr.
jbordini@ufpr.br

Ouvidoria da UFPR:
http://www.ufpr.br/adm/templates/p_index2.php?template=6&Cod=77&hierarquia=5

Diretor do setor de Ciências Biológicas da UFPR:
Dr. José Marcelo Rocha Aranha
e-mail: jmaranha@ufpr.br


Gazeta do Povo: redacao@gazetadopovo.com.br
Diário Popular:                            www.diariopopularpr.com.br

Agora Parana:                                 agorapr@brturbo.com.br

Denuncia Ministério Público
]http://producao.prsp.mpf.gov.br/denuncia/denuncia.php

Esta mensagem foi enviada por Regina Martins [CGO*].


RodapéRodapé
|   Home   |   Ajude   |   Sou contra    |   Curiosidades   |   Contate-nos   |   Login   |   FÓRUM   |   Perguntas Freqüentes   |