Home
sábado, 22  de setembro de 2007|  Adicionar aos Favoritos  |   Indique a um Amigo        
Foto
AjudeSou ContraCuriosidadesContate-nos
   Quem Somos
   Parceiros
   Reuniões e Eventos
   Contate-nos
Ajude
   Adote um Animal
   Abaixo-Assinados
   Castração
   Denuncie
   Doações para o Abrigo
   Posse Responsável
   Procura Animal Perdido
   Seja Voluntário
Sou Contra
   Animais em Circo
   Atrocidades
   Carroças Tração Animal
   Leishmaniose
   Pesquisas com Animais
   Rodeios
   Rotulagem Animal
   Touradas
Curiosidades
   Dicas e Orientações
   Divertidos
   Emocionantes
   Punições
   Sites/Links
 

 Forum >> Punições >> CONDENAÇÃO DOS ASSASSINOS DE PRETA SAIU
CONDENAÇÃO DOS ASSASSINOS DE PRETA SAIUResponder sobre CONDENAÇÃO DOS ASSASSINOS DE PRETA SAIU
Administrador AB
8/1/2007
Culpados por matar cadela

Rapazes vão pagar R$ 5 mil por torturar animal até a morte

PELOTAS (RIO GRANDE DO SUL) - Os três rapazes acusados de envolvimento na morte de uma cadela, que foi amarrada a um carro e arrastada pelas ruas de Pelotas, foram condenados a pagar R$ 5 mil ao canil municipal e obrigados
a prestar 12 meses de serviços comunitários por maus-tratos contra o animal. A decisão foi determinada ontem pelo Juizado Especial Criminal de Pelotas. Fernando Siqueira Carvalho, 22 anos, Marcelo Ortiz Schuch, 21, e Alberto Conceição da Cunha Neto, 21, aceitaram a proposta apresentada pelo Ministério Público.

Segundo a assessoria do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, o local onde os acusados vão prestar serviços ainda não foi definido, pois eles informaram que mudarão de cidade. O crime, que aconteceu na madrugada de 9 de março, chocou os moradores da cidade.

Preta, como era conhecida, tinha um ano e três meses e estava prenhe. Ela foi amarrada e arrastada por seis quadras.

"Virá o dia em que a matança animal será considerada crime tanto quanto o assassinato de um homem". Leonardo Da Vinci

RodapéRodapé
|   Home   |   Ajude   |   Sou contra    |   Curiosidades   |   Contate-nos   |   Login   |   FÓRUM   |   Perguntas Freqüentes   |