Home
sábado, 22  de setembro de 2007|  Adicionar aos Favoritos  |   Indique a um Amigo        
Foto
AjudeSou ContraCuriosidadesContate-nos
   Quem Somos
   Parceiros
   Reuniões e Eventos
   Contate-nos
Ajude
   Adote um Animal
   Abaixo-Assinados
   Castração
   Denuncie
   Doações para o Abrigo
   Posse Responsável
   Procura Animal Perdido
   Seja Voluntário
Sou Contra
   Animais em Circo
   Atrocidades
   Carroças Tração Animal
   Leishmaniose
   Pesquisas com Animais
   Rodeios
   Rotulagem Animal
   Touradas
Curiosidades
   Dicas e Orientações
   Divertidos
   Emocionantes
   Punições
   Sites/Links
 

 Forum >> Punições >> Campinas-SP Homem vai parar em delegacia acusado de 'violentar' cachorra
Campinas-SP Homem vai parar em delegacia acusado de 'violentar' cachorraResponder sobre Campinas-SP Homem vai parar em delegacia acusado de 'violentar' cachorra
Administrador AB
25/1/2007
http://www.cosmo. com.br/cidades/ campinas/ integra.asp? id=178926
Publicada em 01-12-2006

Adagoberto Baptista / Cosmo On Line

Após denúncia, policiais militares de Campinas levaram para delegacia um servente de pedreiro, de 40 anos, acusado de maus-tratos a animais. De acordo com os policiais militares do 8º Batalhão, o homem foi apontado por
testemunhas como tendo 'violentado' uma cachorra, ontem.

Ele negou, no plantão da Delegacia do 4º Distrito Policial (Taquaral), que tivesse mantido relação sexual com a cachorra. Uma médica veterinária esteve na delegacia, avaliou o animal e verificou lesões no órgão genital da
cadela.

Foi elaborado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) de número 431/2006 caracterizado como "praticar ato de abuso a animais". O servente prestou depoimento e foi liberado.

Os policiais militares tiveram informação sobre a violência contra uma cachorra preta, por parte de um homem, que reside no Jardim Conceição, distrito de Sousas, na região Leste de Campinas.

Os PMs chegaram na casa do servente de pedreiro e o encontraram, assim como a cachorra. Todos foram levados para a Delegacia do 4º DP. Uma das testemunhas alegou, em depoimento, que o animal havia sido pego na rua e
levado para a casa onde, fazia dois dias, o servente mantinha relação sexual com a cadela.

A pessoa também afirmou que já havia notícias de que o homem pegava outros cachorros para o mesmo fim, sendo, depois, os animais encontrados mortos.
Diante dos policiais, a testemunha também afirmou que o homem já teria até usado uma égua.

Conforme depoimento de uma segunda testemunha, o servente mantinha relação sexual com a cachorra preta fazia dois dias, sendo que em uma das vezes ele foi visto no sofá de sua casa, com o animal sentado em seu colo.

Segundo a testemunha, a cachorra gritava quando ocorria a agressão. O servente negou a prática de sexo com os animais, mas ressaltou que ao encontrar os bichos nas ruas os levava para casa, a fim de que recebam cuidados.

Denunciantes do caso disseram na Polícia que temem ataques do homem contra crianças também. A cachorra foi levada para uma clínica veterinária após passar por exame. O caso vai continuar em apuração.

RodapéRodapé
|   Home   |   Ajude   |   Sou contra    |   Curiosidades   |   Contate-nos   |   Login   |   FÓRUM   |   Perguntas Freqüentes   |