Home
sábado, 22  de setembro de 2007|  Adicionar aos Favoritos  |   Indique a um Amigo        
Foto
AjudeSou ContraCuriosidadesContate-nos
   Quem Somos
   Parceiros
   Reuniões e Eventos
   Contate-nos
Ajude
   Adote um Animal
   Abaixo-Assinados
   Castração
   Denuncie
   Doações para o Abrigo
   Posse Responsável
   Procura Animal Perdido
   Seja Voluntário
Sou Contra
   Animais em Circo
   Atrocidades
   Carroças Tração Animal
   Leishmaniose
   Pesquisas com Animais
   Rodeios
   Rotulagem Animal
   Touradas
Curiosidades
   Dicas e Orientações
   Divertidos
   Emocionantes
   Punições
   Sites/Links
 

 Forum >> Leishmaniose >> Leishmaniose obriga o sacrifício de 40 mil cães
Leishmaniose obriga o sacrifício de 40 mil cãesResponder sobre Leishmaniose obriga o sacrifício de 40 mil cães
Administrador AB
4/3/2007
 

02/03/2007 13:23
Leishmaniose obriga o sacrifício de 40 mil cães

Milena Crestani e Lucas Santiago

Pelo menos 40 mil dos cerca de 150 mil cães existentes em Campo Grande estão contaminados com leishmaniose e terão que ser sacrificados pelo CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), conforme aponta levantamento preliminar do chamado “censo canino” realizado pela Secretaria Municipal de Saúde. A informação foi divulgada pelo vereador Paulo Siufi, líder do PMDB na Câmara Municipal e que preside a Comissão de Saúde da Casa de Leis.


A diretora do CCZ, Júlia Maksoud, aponta que o levantamento ainda está sendo concluído e o valor pode não ser exatamente este, mas que muitos ainda precisam ser sacrificados para evitar a proliferação da leishmaniose. Segundo ela, o CCZ percorreu todas as casas da Capital e verificou o número de cães, realizando exames em cada um para comprovar a doença.


Quando é constatado que o animal apresenta sintomas como unhas compridas, lacrimejando, perda de pêlos nas orelhas e ao redor dos olhos, é necessário fazer a coleta de sangue para identificar se ele está contaminado. Caso o exame de positivo é necessário realizar a eutanásia do cão.


O alerta sobre a doença surgiu depois da morte da professora aposentada Izem Maciel Lescano, de 74 anos, no último dia 24, no hospital El Kadri, em Campo Grande, vítima da leishmaniose. Segundo Siufi, é necessário tomar as providências para que “a leishmaniose não se torne o monstro que a dengue se tornou”. O parlamentar afirmou que irá convocar uma audiência pública para discutir a doença e chamar a sociedade para combate-la.


Hoje, um paciente está internado no Hospital Regional Rosa Pedrossian com suspeita de leishmaniose e nesta semana outra pessoa, residente em Rochedo, teve alta depois de ficar dias internada com a doença. No homem, a leishmaniose manifesta-se por febre, fraqueza, emagrecimento e crescimento do abdômen.


No ano passado 190 casos da doença foram confirmados, sendo 127 deles em Campo Grande, onde nove pessoas morreram em conseqüência da leishmaniose. Em todo Estado, foram 19 mortes, conforme informações da Secretaria Estadual de Saúde.


 Re: Leishmaniose obriga o sacrifício de 40 mil cãesResponder sobre Leishmaniose obriga o sacrifício de 40 mil cães
Camila Bruna Zanetti
16/4/2007

Quando se trata de descutir a Leishmaniose nenhuma autoridade questiona a falta de educação quanto ao saneamento básico dado à população - condição sine qua non para que diminua a inscidência da doença! Apenas ouvimos falar sobre o sacrifício de milhares de cães! A palavra mosquito nem mesmo é citada pelas "estudadíssimas" responsáveis pelo "suposto"controle. É preciso, através de organizações sérias como o Abrigo dos Bichos, realizar uma movimentação, manifestos, emails, em parceria com o CRMV, UFMS e outras entidades que possam adicionar informações consistentes para um plano ANTI-EUTANÁSIA!

 

 Re: Leishmaniose obriga o sacrifício de 40 mil cãesResponder sobre Leishmaniose obriga o sacrifício de 40 mil cães
Camila Bruna Zanetti
16/4/2007

Quando se trata de descutir a Leishmaniose nenhuma autoridade questiona a falta de educação quanto ao saneamento básico dado à população - condição sine qua non para que diminua a inscidência da doença! Apenas ouvimos falar sobre o sacrifício de milhares de cães! A palavra mosquito nem mesmo é citada pelas "estudadíssimas" responsáveis pelo "suposto"controle. É preciso, através de organizações sérias como o Abrigo dos Bichos, realizar uma movimentação, manifestos, emails, em parceria com o CRMV, UFMS e outras entidades que possam adicionar informações consistentes para um plano ANTI-EUTANÁSIA!

 

 Re: Leishmaniose obriga o sacrifício de 40 mil cãesResponder sobre Leishmaniose obriga o sacrifício de 40 mil cães
Camila Bruna Zanetti
16/4/2007

Quando se trata de descutir a Leishmaniose nenhuma autoridade questiona a falta de educação quanto ao saneamento básico dado à população - condição sine qua non para que diminua a inscidência da doença! Apenas ouvimos falar sobre o sacrifício de milhares de cães! A palavra mosquito nem mesmo é citada pelas "estudadíssimas" responsáveis pelo "suposto"controle. É preciso, através de organizações sérias como o Abrigo dos Bichos, realizar uma movimentação, manifestos, emails, em parceria com o CRMV, UFMS e outras entidades que possam adicionar informações consistentes para um plano ANTI-EUTANÁSIA!

 

 Re: Leishmaniose obriga o sacrifício de 40 mil cãesResponder sobre Leishmaniose obriga o sacrifício de 40 mil cães
Camila Bruna Zanetti
16/4/2007

Quando se trata de descutir a Leishmaniose nenhuma autoridade questiona a falta de educação quanto ao saneamento básico dado à população - condição sine qua non para que diminua a inscidência da doença! Apenas ouvimos falar sobre o sacrifício de milhares de cães! A palavra mosquito nem mesmo é citada pelas "estudadíssimas" responsáveis pelo "suposto"controle. É preciso, através de organizações sérias como o Abrigo dos Bichos, realizar uma movimentação, manifestos, emails, em parceria com o CRMV, UFMS e outras entidades que possam adicionar informações consistentes para um plano ANTI-EUTANÁSIA!

 

 Re: Leishmaniose obriga o sacrifício de 40 mil cãesResponder sobre Leishmaniose obriga o sacrifício de 40 mil cães
Camila Bruna Zanetti
16/4/2007

Quando se trata de descutir a Leishmaniose nenhuma autoridade questiona a falta de educação quanto ao saneamento básico dado à população - condição sine qua non para que diminua a inscidência da doença! Apenas ouvimos falar sobre o sacrifício de milhares de cães! A palavra mosquito nem mesmo é citada pelas "estudadíssimas" responsáveis pelo "suposto"controle. É preciso, através de organizações sérias como o Abrigo dos Bichos, realizar uma movimentação, manifestos, emails, em parceria com o CRMV, UFMS e outras entidades que possam adicionar informações consistentes para um plano ANTI-EUTANÁSIA!

 

RodapéRodapé
|   Home   |   Ajude   |   Sou contra    |   Curiosidades   |   Contate-nos   |   Login   |   FÓRUM   |   Perguntas Freqüentes   |