Home
sábado, 22  de setembro de 2007|  Adicionar aos Favoritos  |   Indique a um Amigo        
Foto
AjudeSou ContraCuriosidadesContate-nos
   Quem Somos
   Parceiros
   Reuniões e Eventos
   Contate-nos
Ajude
   Adote um Animal
   Abaixo-Assinados
   Castração
   Denuncie
   Doações para o Abrigo
   Posse Responsável
   Procura Animal Perdido
   Seja Voluntário
Sou Contra
   Animais em Circo
   Atrocidades
   Carroças Tração Animal
   Leishmaniose
   Pesquisas com Animais
   Rodeios
   Rotulagem Animal
   Touradas
Curiosidades
   Dicas e Orientações
   Divertidos
   Emocionantes
   Punições
   Sites/Links
 

 Forum >> Rodeios/Farra do Boi >> FARRA DO BOI, DO HOMEM E DOS POLÍTICOS
FARRA DO BOI, DO HOMEM E DOS POLÍTICOSResponder sobre FARRA DO BOI, DO HOMEM E DOS POLÍTICOS
Administrador AB
9/3/2007

por Timothy Halem Nery

Está chegando o período de maior concentração de “brincadeiras” com bois. Embora as crueldades ocorram durante o ano inteiro, é na quaresma que são intensificadas. Alguns municípios do estado de Santa Catarina se transformam em palcos para uma das maiores provas de estupidez do ser humano. Ah, é crime previsto em lei!

Para quem não conhece a “festa popular”, cabe alguns esclarecimentos: a “brincadeira” começa quando um boi é mantido preso durante alguns dias sem alimentos ou água, deixando o animal desesperado; no dia da “farra” o boi é solto e perseguido por homens, mulheres e crianças portando paus, pedras e facas, que servem para torturar o animal; na fuga, normalmente o bicho provoca danos materiais e físicos.

A morte do animal pode levar até alguns dias, e enquanto não consumam o ato os participantes realizam diversos tipos de tortura: jogam pimenta nos olhos, geralmente arrancados mais tarde; esfaqueiam e espancam com o cuidado de mantê-lo vivo até a hora que bem entendem; quebram os cornos e patas; cortam o rabo; banham com gasolina e incendeiam; entre outros tipos de “brincadeiras”. (Fonte: World Society for Protection of Animals – Brasil).

Muitas vezes os participantes afirmam se tratar de um ritual simbólico, onde o animal seria Judas, numa suposta encenação da Paixão de Cristo. Outros acreditam que o boi representa Satanás, e no momento em que torturam o bicho se livram dos pecados. Veja só. Eu poderia enxergar o Diabo em cada um desses seres racionais cruéis, e praticar os mesmos atos? Seria a farra do homem.

Não bastando este quadro assustador, uma comissão criada por decreto municipal em Governador Celso Ramos trata de recolher assinaturas para encaminhar projeto de lei que regulamente a prática. Para atingir 1.500 nomes no abaixo-assinado, estão utilizando até mesmo agentes de saúde. Tal projeto contém a preciosidade de propor a mudança do nome, passando de “Farra do Boi” para “Brincadeira do Boi”. Estas informações foram divulgadas no jornal Diário Catarinense, de 07/03/2007.

Portanto, por se tratar de um tema já abordado em Lei Federal (9.605/98), que prevê até um ano de detenção, além de multa, para quem maltratar animais, o projeto de lei consome recursos públicos para não atingir o fim a que se propõe. É desperdício puro. É a farra dos políticos.

Ora, se já estamos aceitando a situação em que nosso Brasil se encontra, com assassinos, seqüestradores, estupradores e traficantes sendo tratados como “excluídos”, deve ser demais pedir atenção e repúdio à Farra do Boi. Mas mesmo assim fica o protesto. “O boi é bicho, mas tem alma sobre o couro...”.

Publicado em 08/03/2007

Indique esta matéria
Versão para impressão


RodapéRodapé
|   Home   |   Ajude   |   Sou contra    |   Curiosidades   |   Contate-nos   |   Login   |   FÓRUM   |   Perguntas Freqüentes   |