Home
domingo, 30  de março de 2008|  Adicionar aos Favoritos  |   Indique a um Amigo        
Foto
AjudeSou ContraCuriosidadesContate-nos
   Quem Somos
   Parceiros
   Reuniões e Eventos
   Contate-nos
Ajude
   Adote um Animal
   Abaixo-Assinados
   Castração
   Denuncie
   Doações para o Abrigo
   Posse Responsável
   Procura Animal Perdido
   Seja Voluntário
Sou Contra
   Animais em Circo
   Atrocidades
   Carroças Tração Animal
   Leishmaniose
   Pesquisas com Animais
   Rodeios
   Rotulagem Animal
   Touradas
Curiosidades
   Dicas e Orientações
   Divertidos
   Emocionantes
   Punições
   Sites/Links
 

 Forum >> Punições >> MT-Deputado quer PROIBIR VENDA de produtos feitos com PELE DE ANIMAIS
MT-Deputado quer PROIBIR VENDA de produtos feitos com PELE DE ANIMAISResponder sobre MT-Deputado quer PROIBIR VENDA de produtos feitos com PELE DE ANIMAIS
Administrador AB
30/3/2008

Guilherme Maluf (DEPUTADO MT)quer proibir venda de produtos feitos com pele de animais
ELZIS CARVALHO/Secretaria de Comunicação - AL
25-03-2008

A Assembléia Legislativa analisa um projeto de lei, do deputado Guilherme Maluf (PSDB), que proíbe em todo o Mato Grosso a produção,importação e comercialização de produtos feitos com pele de animais que foram submetidos à crueldade. Maluf explica que a medida busca coibir os maus-tratos sofridos pelos animais. De acordo com o parlamentar, ficam proibidos a comercialização de calçados, casacos, bolsas, malas, maletas, luvas e outros artefatos de couro de peles de animais. Além da venda desses produtos, a proposta veda ainda a
publicidade dos objetos.
Se aprovada a proposta, o descumprimento a lei acarretará ao infrator as penalidades previstas nas Leis Federais 9605/1998 e 8078/1990. "A medida cria condições satisfatórias para a conservação ambiental, propiciando uma realidade sustentável a ser desfrutada por todos",
destacou Maluf.

Já o Decreto Federal n°. 24.645/34, igualmente em vigor, tipifica os atos considerados como maus-tratos, em seus artigos 3º ao 8º, existindo ainda, legislação específica que disciplina a utilização de animais em experiências científicas.

Em sua justificativa, Maluf ressalta que cabe ao poder público a realização de ações positivas, por meio de normas, que enunciem programas que devem ser cumpridos, tanto pelo governo, como pela sociedade, servindo como instrumento social e fundamento para as
políticas públicas a serem implantadas.

Maluf citou como exemplo a iniciativa do Parlamento Europeu, que já aprovou em Estrasburgo – França - uma proposta da diretiva da Comissão Européia para banir a comercialização de artigos feitos de pele de cão e de gato na União Européia.

Essa votação, segundo Maluf, abriu caminho a um acordo com o Conselho de Ministros sobre a proposta de Bruxelas, capital da Bélgica, onde já em primeira leitura, a proibição do comércio de pele de cão e de gato na União Européia deverá entrar em vigor na data de 31 de Dezembro de
2008.

http://www.capitalpress.com.br/news_visualizar.php?codigo=13623


RodapéRodapé
|   Home   |   Ajude   |   Sou contra    |   Curiosidades   |   Contate-nos   |   Login   |   FÓRUM   |   Perguntas Freqüentes   |