Home
terça-feira, 17  de junho de 2008|  Adicionar aos Favoritos  |   Indique a um Amigo        
Foto
AjudeSou ContraCuriosidadesContate-nos
   Quem Somos
   Parceiros
   Reuniões e Eventos
   Contate-nos
Ajude
   Adote um Animal
   Abaixo-Assinados
   Castração
   Denuncie
   Doações para o Abrigo
   Posse Responsável
   Procura Animal Perdido
   Seja Voluntário
Sou Contra
   Animais em Circo
   Atrocidades
   Carroças Tração Animal
   Leishmaniose
   Pesquisas com Animais
   Rodeios
   Rotulagem Animal
   Touradas
Curiosidades
   Dicas e Orientações
   Divertidos
   Emocionantes
   Punições
   Sites/Links
 

 Forum >> Carroças Tração Animal >> MS-Carroceiros terão ações de inclusão social em Campo Grande
MS-Carroceiros terão ações de inclusão social em Campo Grande Responder sobre MS-Carroceiros terão ações de inclusão social em Campo Grande
Administrador AB
17/6/2008

Carroceiros terão ações de inclusão social em Campo Grande
Sexta-feira, dia 13 de Junho de 2008 às 09:00hs


Preocupados com a situação dos carroceiros que trabalham na capital, o Cedampo (Centro de Documentação e Apoio aos Movimentos Populares) e o Abrigo dos Bichos enviaram ofício à prefeitura de Campo Grande colocando a necessidade de uma ação mais efetiva do município nessa questão tanto pela situação dos trabalhadores que têm nas carroças e charretes o seu ganha-pão, como também pelos animais que são usados como tração.

Como resultado desse ofício, foi realizada uma reunião na Agetran, onde participaram diversos órgãos da prefeitura envolvidos, como a Secretaria de Saúde e Funtrab, Secretaria de Assistência Social, Guarda de Trânsito Municipal, Centro de Controle de Zoonoses, além das ong´s Cedampo e Abccon/MS (Associação de Defesa do Consumidor).

Algumas sugestões levantadas nessa reunião serão levadas ao prefeito. Entre as propostas estão o cadastramento dos carroceiros e charreteiros para efetivo conhecimento de quantos são, onde moram, trabalham e quais suas condições de vida. Os carroceiros cadastradas poderão, de acordo com cada caso, receber cesta-básica, cesta-ração (para os animais) e assistência veterinária (como vacinas). A Agetran deverá realizar um treinamento sobre normas e segurança no trânsito, bem como colocar “placas” nas carroças e charretes, a exemplo do que já acontece em Dourados. Aqueles que desejarem mudar de trabalho poderão fazer cursos e treinamentos, através da Fundação do Trabalho, visando a realocação no mercado de trabalho.

De acordo com Haroldo Borralho, do Cedampo, “já faz um tempo que temos levantado essa questão dos carroceiros, que merecem todo respeito como trabalhadores que são, e agora parece que teremos ações concretas visando a melhoria das suas condições de trabalho, a inclusão social, sem esquecer a questão dos animais usados como tração que também devem ser tratados de forma correta, até porquê são imprescindíveis para esses trabalhadores”. Segudo Haroldo, para a próxima reunião, que acontece no dia 18, também serão convidadas a Secretaria de Meio Ambiente e a Emha (Empresa Municipal de Habitação).


RodapéRodapé
|   Home   |   Ajude   |   Sou contra    |   Curiosidades   |   Contate-nos   |   Login   |   FÓRUM   |   Perguntas Freqüentes   |