Home
sexta-feira, 05  de setembro de 2008|  Adicionar aos Favoritos  |   Indique a um Amigo        
Foto
AjudeSou ContraCuriosidadesContate-nos
   Quem Somos
   Parceiros
   Reuniões e Eventos
   Contate-nos
Ajude
   Adote um Animal
   Abaixo-Assinados
   Castração
   Denuncie
   Doações para o Abrigo
   Posse Responsável
   Procura Animal Perdido
   Seja Voluntário
Sou Contra
   Animais em Circo
   Atrocidades
   Carroças Tração Animal
   Leishmaniose
   Pesquisas com Animais
   Rodeios
   Rotulagem Animal
   Touradas
Curiosidades
   Dicas e Orientações
   Divertidos
   Emocionantes
   Punições
   Sites/Links
 

 Forum >> Denuncie >> Soldados ''fuzilam'' cavalo da PM em Aquidauana - Clipping do Dourados News
Soldados ''fuzilam'' cavalo da PM em Aquidauana - Clipping do Dourados NewsResponder sobre Soldados ''fuzilam'' cavalo da PM em Aquidauana - Clipping do Dourados News
Daniel Francelino da Silva
5/9/2008
Soldados ''fuzilam'' cavalo da PM em Aquidauana
O Pantaneiro

Aexecução de um animal, pertencente à tropa da Cavalaria do 7º Batalhãoda Polícia Militar de Aquidauana, traumatizou crianças e chocou acomunidade do bairro Nova Aquidauana, na tarde de sexta-feira, 29.

Um cavalo, vítima de brucelose(doença infecciosa) foi executado com seis tiros no posto policial dobairro, na presença dos moradores e crianças que residem em frente àunidade policial, sito à Avenida Mato Grosso com a Rua Timóteo Proença.

A informação foi repassada pelovereador Cipriano Mendes Costa (PT) da tribuna da Câmara Municipaldurante sessão plenária. Ele, que também mora no bairro, disse que acena causou revolta na população em razão dos métodos cruéis usados pordois policiais militares para sacrificar o animal, que havia sidocondenado por um veterinário da cidade, após apresentar um laudo médicorequisitado pelo comandante da PM, coronel Edgar Júdice Teixeira.

"Dois policiais, cada um com revolverna mão, atiraram na cabeça do cavalo. Eles (os PM''s) esperaram poralguns minutos, como o animal não caia, tornaram a disparar os tiros, eai começou a pingar sangue pelo nariz  do cavalo", contou o vereador.

O parlamentar, que é diabético,chocado com aquela cena, confessou que se sentiu mal e precisou ficardeitado numa cama por cerca de 40 minutos até se recuperar do abaloemocional.

Segundo Cipriano, o animal agonizoudurante 30 minutos  sob os olhares atônitos  de crianças que assistiamo sacrifício brutal do cavalo.  O vereador contou, ainda, que chegou aacionar o 190 para denunciar o que ele chamou de "barbaridade". Como onúmero de pessoas aumentou próximo ao local do abate e o animal nãomorria, o parlamentar disse que uma pá-carregadeira foi usada paraajudar a sacrificá-lo. "Bateram com a maquina, o animal caiu, porémdepois de alguns minutos ele levantou com a perna quebrada e, aindavivo, foi transportado em um caminhão caçamba para o aterro sanitário",denunciou o vereador ao criticar a execução do bicho em público.
Para ele, o abate deveria ser feito  num piquete longe das crianças.

Ele entende que a ação dos policiaisfoi infeliz e como agente político espera que o Comando determinemedidas administrativas em função do clima de revolta que se instalounos moradores do bairro.

Contudo, o vereador reconhece otrabalho da PM no bairro e garante que incentivou e lutou para aimplantação do posto policial no Bairro Nova Aquidauana.

Versão da PM
Ocoronel Edgar Júdice Teixeira, comandante do 7º Batalhão da PolíciaMilitar de Aquidauana, em entrevista concedida a Radio Difusora,reiterou por várias vezes o seu pedido de desculpas a comunidade dobairro Nova Aquidauana pela "ação drástica e cruel" usada parasacrificar o animal na presença dos moradores.

De acordo com o comandante, abrucelose é uma doença infecciosa, grave e incurável, que coloca emrisco a saúde de outros animais e, sobretudo, da população.

O laudo expedido pelo médicoveterinário, conforme declarações do comandante, recomendava que oanimal deveria ser sedado antes de ser transportado e sacrificado noaterro sanitário municipal. Ocorre, porém, que o cavalo não reagiu aosedativo e colocou em risco a integridade física dos policiais, que,para se defenderem das mordidas, foram obrigados a disparar os tiros.

"Não gostaria que tivesse ocorridodesta maneira", resumiu o coronel com pedidos de desculpas ao afirmarque o cavalo prestou relevantes serviços a Polícia Militar e que ospolicias os tratava como se fosse da casa deles.

"Eles (os policiais) tiravam do bolsomedicamento e alimentação para esse animal", completou o comandante aoreafirmar que infelizmente a ação aconteceu e que não teria outraalternativa para eliminá-lo.

Matéria na íntegra em:


http://www.douradosnews.com.br/leitura.php?id=20873&anoMat=2008

Fiquei p*** da vida com esse ocorrido. Será que os PMs vão responder por mals-tratos a esse animal, já que, ao meu entender, eles usarão de prática cruel para sacrificar o cavalo. Será que eles serão responsabilizados, tanto que fez quanto o superior que ordenou?

Processo neles já!

Manifestem-se, amigos!


RodapéRodapé
|   Home   |   Ajude   |   Sou contra    |   Curiosidades   |   Contate-nos   |   Login   |   FÓRUM   |   Perguntas Freqüentes   |