Home
terça-feira, 07  de outubro de 2008|  Adicionar aos Favoritos  |   Indique a um Amigo        
Foto
AjudeSou ContraCuriosidadesContate-nos
   Quem Somos
   Parceiros
   Reuniões e Eventos
   Contate-nos
Ajude
   Adote um Animal
   Abaixo-Assinados
   Castração
   Denuncie
   Doações para o Abrigo
   Posse Responsável
   Procura Animal Perdido
   Seja Voluntário
Sou Contra
   Animais em Circo
   Atrocidades
   Carroças Tração Animal
   Leishmaniose
   Pesquisas com Animais
   Rodeios
   Rotulagem Animal
   Touradas
Curiosidades
   Dicas e Orientações
   Divertidos
   Emocionantes
   Punições
   Sites/Links
 

 Forum >> Pesquisas com Animais >> Referências contrárias à experimentação animal
Referências contrárias à experimentação animalResponder sobre Referências contrárias à experimentação animal
Administrador AB
7/10/2008
Referências contrárias à experimentação animal
(2ª edição - texto atualizado em 07/10/2008)
 

:: VIDEOGRAFIA :: BIBLIOGRAFIA :: ARTIGOS NA INTERNET :: SITES ::

 
:: VIDEOGRAFIA ::
 
Não Matarás - os animais e os homens nos bastidores da ciência (65 min - Instituto Nina Rosa (http://www.institutoninarosa.org.br/naomataras)
Sinopse - Quando você toma um remédio, sabe como ele foi criado? Quando você passa batom, sabe realmente o que está colocando em seus lábios? Lanolina, queratina, ácidos graxos... de onde vêm as substâncias que deixam seus cabelos macios e sua roupa ainda mais branca? A cada dia, o consumidor tem produtos novos à sua disposição nas prateleiras do supermercado. O apelo ao consumo é cada vez maior e os lançamentos sempre vendem uma nova fórmula mágica. Mas o que acontece para que esses produtos tenham seu consumo permitido? Por trás dos rótulos atraentes e das promessas de efeito miraculosos está o sofrimento de milhões de animais que serviram como cobaias dos testes. Os resultados - cada dia mais contestados - são extrapolados para humanos, e sua eficácia está sendo cada vez mais questionada. Eles são seguros? Até quando casos como o da talidomida continuarão a acontecer? Os testes que põe em risco a sua saúde e ceifam a vida de milhões de animais são justificáveis? Este é o tema principal do documentário "Não Matarás - os animais e os homens nos bastidores da ciência", um olhar abrangente sobre o sistema que mata mais do que salva. O uso de animais no ensino, o medo dos estudantes em expressar sua rejeição a esses métodos cruéis, a continuidade de um pensamento acadêmico já ultrapassado. Filósofos, cientistas e ativistas revelam o que é mantido em segredo.
 
 

 
:: BIBLIOGRAFIA (em português) ::
 

Ética e Experimentação Animal - fundamentos abolicionistas (352 páginas - ISBN 9788532803931 - Editora da UFSC - Edufsc - http://www.edufsc.com.br/)

Neste livro, a filósofa Sônia T. Felipe reconstitui os argumentos contrários à experimentação em animais vivos, formulados a partir de quatro perspectivas morais distintas e influentes: das tradições religiosas antigas, da filosofia moderna e contemporânea, da própria ciência, e da tradição jurídica.

 

Vozes do Silêncio – Cultura Científica: ideologia e alienação no discurso sobre vivissecção (192 páginas - ISBN 9788589967020 - Instituto Nina Rosa - http://www.institutoninarosa.org.br/)

O autor João Epifânio Regis Lima, professor de Filosofia da Ciência e Estética na Universidade Metodista de São Paulo, investiga as causas do silêncio, da naturalidade e da postura acrítica do meio acadêmico diante de uma prática violenta como a vivissecção. Para isso, parte de depoimentos de profissionais e estudantes envolvidos com a experimentação animal e da análise dos componentes ideológicos e culturais que cercam tal prática. O silêncio é o problema; o material a palavra. Uma reflexão acerca do uso de animais em experimentos científicos.

 

Alternativas ao Uso de Animais Vivos na Educação – por uma ciência responsável (176 páginas - ISBN 8589967018 - Instituto Nina Rosa - http://www.institutoninarosa.org.br/)

Este livro de autoria do biólogo Sérgio Greif trata da humanização do ensino da área da saúde através da substituição do uso de animais vivos (vivissecção) na educação por métodos alternativos - modelos, vídeos, softwares - que demonstram ser tão ou mais eficazes do que o uso tradicional de animais em laboratório. Vem também colaborar com a tão almejada humanização curricular, visto que o uso de animais vivos pode levar os estudantes da área da saúde, a uma dessensibilização, transponível aos pacientes.
Citando o conceito do MD em Psiquiatria Dr. Neal D. Barnard, "O estudante que se recusa a participar de atividade que parece ser ou é cruel aos animais, deve ser encorajado, e não desestimulado. Compaixão é muito mais difícil de se ensinar do que anatomia".
 

Vítimas da Ciência - Limites éticos da experimentação animal (80 páginas - ISBN 85-85681-32-2 - Editora Mantiqueira - http://www.editoramantiqueira.com.br/)

A bióloga Tamara Bauab Levai expõe a cruel realidade dos laboratórios de pesquisa científica que realizam experimntações em animais. em 79 páginas a autora fornece dados da prática ao redor do mundo, esclarece quais são as leis existentes no Brasil e choca pela clareza com  descreve o sofrimento desses animais.

 

Amigo Animal (160 páginas - ISBN 8576620049 - Editora Letras Contemporâneas - http://www.letrascontemporaneas.com.br/)
A bióloga e professora Paula Brügger aborda com muita propriedade  três dos aspectos em que se trava a relação entre seres humanos e animais em nossa cultura: o primeiro trata da relação com os animais urbanos; o segundo, dos animais criados para servirem de alimento; e, o terceiro, dos animais utilizados como ferramentas de ensino e pesquisa. A contribuição mais significativa deste livro ao terceiro tema foi aprofundar sob o ponto de vista paradigmático as causas do fracasso da experimentação animal. Essa questão foi abordada fazendo dialogar as premissas básicas da visão sistêmica - presentes sobretudo em "A teia da vida", de Fritjof Capra - e os processos tanto biológicos quanto sociais, culturais, históricos, etc., que envolvem pesquisas, orientações pedagógicas e políticas públicas em saúde (planetária e individual).

BRÜGGER, Paula. "Vivissecção: fé cega, faca amolada?". In: MOLINARO, Carlos Alberto; MEDEIROS, Fernanda Luiza Fontoura de; SARLET, Ingo Wolfgang; FENSTERSEIFER, Tiago (Orgs.). A dignidade da vida e os direitos fundamentais para além dos humanos: uma discussão necessária. Belo Horizonte: Fórum, 2008, p.145-174. Neste artigo, analisam-se algumas questões de ordem científica e  epistemológica que estão no cerne da falibilidade dos dados provenientes da vivissecção, a realização de operações ou estudos em animais não-humanos vivos para observação de certos fenômenos. Propõe-se que tal falibilidade seja decorrência de uma fé cega na cosmovisão mecanicista de ciência que é reducionista, especista e inadequada para descrever fenômenos complexos. A fim de  transcender a crise que envolve a nossa relação com a natureza, sugere-se uma profunda revisão do paradigma hegemônico em nosso sistema jurídico e educacional, para que possamos tecer uma nova relação livre do antropocentrismo e da racionalidade instrumental dominantes hoje.
Apresentam-se, ainda, técnicas e procedimentos substitutivos à 
vivissecção que, além de confiáveis, são corretos do ponto de vista ético, pois consideram os animais não-humanos como sujeitos de suas vidas e não como meros objetos.
 
SCHÄR-MANZOLI, Milly. Holocausto.Trad. Maria S. Glycerio. 1ªed. São Paulo: ATRA-AGSTG, 1995. 
 


:: ARTIGOS NA INTERNET ::

 

VIVISSECÇÃO: UM NEGÓCIO INDISPENSÁVEL AOS "INTERESSES" DA CIÊNCIA"?
A filósofa Sônia T. Felipe aponta interesses que se escondem por trás das práticas vivisseccionistas.

http://www.sentiens.net/top/PA_TRI_soniafelipe_06D_top.html

 

ÉTICA E PRÊMIO NOBEL POR "NOCAUTE" DE GENES DE CAMUNDONGOS: A ILUSÃO DO BENEFÍCIO HUMANO COM EXTERNALIDADE PARA O ANIMAL
A concessão do Prêmio Nobel de medicina para cientistas que desenvolveram tecnologia para a manipulação genética de ratos é o tema do artigo da filósofa Sônia T. Felipe.

http://www.sentiens.net/top/PA_TRI_soniafelipe_05_top.html

 

O DIREITO À ESCUSA DE CONSCIÊNCIA NA EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL
Tese de autoria do promotor de justiça Laerte Fernando Levai sobre o direito à escusa de consciência, apresentada e aprovada no 10º Congresso de Meio Ambiente do Ministério Público do Estado de São Paulo, na cidade de Campos do Jordão/SP.

http://www.sentiens.net/top/PA_ACD_laertelevai_0016_top.html

 

ANIMAIS X CIENTIFICISMO
Os interesses envolvidos na experimentação animal e a resistência dos cientistas à não utilização de animais são tratados pelo promotor de justiça Laerte Fernando Levai, o biólogo Thales Tréz e a presidente da ONG Fala Bicho, Sheila Moura.

http://www.sentiens.net/top/PA_TRI_laertelevai_05_top.html

 

EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL: HISTÓRICO, IMPLICAÇÕES ÉTICAS E CARACTERIZAÇÃO COMO CRIME AMBIENTAL
Os aspectos históricos, científicos, éticos e legais da experimentação animal são o foco deste ensaio do promotor de justiça Laerte Fernando Levai e da advogada Vânia Rall Daró, em que abordam também os métodos substitutivos e como seria possível uma reconciliação entre ciência e ética.

http://www.sentiens.net/top/PA_ENS_laertelevai_04_top.html

 

NECESSIDADE DE EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL?
O biólogo Sérgio Greif escreve sobre as inconsistências do discurso vivisseccionista e o papel da experimentação animal.

http://www.sentiens.net/top/PA_TRI_sergiogreif_06B_top.html

 

MODELO ANIMAL

O biólogo Sérgio Greif critica o uso de animais como modelos experimentais e a extrapolação dos resultados de testes para seres humanos.

http://www.sentiens.net/top/PA_TRI_sergiogreif_14_top.html

PORQUE SOMOS CONTRA OS MODELOS ANIMAIS - O REDUCIONISMO COMO BASE DA FALIBILIDADE DOS MODELOS ANIMAIS
A bióloga Paula Brügger discorre sobre as causas e conseqüências da imprecisão do modelo animal, enfocando questões de natureza científica e epistemológica.

http://www.sentiens.net/top/PA_ENS_paulabrugger_06_top.html

"ANIMA NOBILI X ANIMA VILI": NÓS, OS SENHORES DO UNIVERSO E OS OUTROS ANIMAIS, NOSSOS ESCRAVOS...
A bióloga Paula Brügger faz uma forte crítica ao discurso pró-vivissecção, aponta os interesses comerciais e acadêmicos que envolvem a experimentação animal e fala sobre o caráter egocêntrico da postura especista.

http://www.sentiens.net/top/PENSATA_numero_09_top.html

LEI AROUCA: AS BASES GENÉTICAS DA FALTA DE PERCEPÇÃO
A bióloga Ellen Augusta Valer de Freitas comenta a relação entre a proposta de ensino do criacionismo nas escolas e a aprovação da Lei Arouca pelo Senado Federal.

http://www.sentiens.net/top/PA_TRI_ellenaugusta_15_top.html

VIVISSECÇÃO, PARTE 1: A "NECESSIDADE" DA VIVISSECÇÃO
Neste primeiro de dois ensaios sobre a vivissecção, o advogado e professor Gary Francione argumenta, do ponto de vista científico, contra o uso do modelo animal na medicina voltada para os humanos e observa que, mesmo se for o caso de nos trazer algum benefício, esse uso é totalmente injustificável no plano moral.

http://www.sentiens.net/top/PA_ENS_garyfrancione_12B_top.html

VIVISSECÇÃO, PARTE 2: A JUSTIFICATIVA MORAL DA VIVISSECÇÃO
Nesta segunda parte do ensaio sobre a vivissecção, o advogado e professor Gary Francione contesta os principais argumentos que têm sido apresentados para se tentar justificar moralmente o uso de animais na pesquisa científica e nos outros âmbitos da vida humana.

 
LUTANDO CONTRA A VIVISSECÇÃO: DUAS LINHAS DE ARGUMENTOS
O estudante de direito Filber Cristiano Chaves comenta duas abordagens usadas na luta contra a vivissecção: a ética e a científica.

VÍTIMAS DA CIÊNCIA
O filósofo e psicólogo Richard D. Ryder explica o que é especismo, termo criado por ele, e porque tal preconceito é análogo ao racismo e ao sexismo. Discute também o próprio conceito de espécie e aponta como a estrutura hierárquica predominante dentro do ensino das ciências inibe questionamentos sobre o uso dos não-humanos.


 
:: SITES ::

Interniche - http://www.internichebrasil.org/

A InterNICHE objetiva uma educação com enfoque ético e de alta qualidade nas ciências biológicas, medicina humana e veterinária. Promovem a substituição dos experimentos em animais através do trabalho com professores na introdução de alternativas, e com estudantes no apoio à liberdade de consciência.
 
Frente Brasileira pela Abolição da Vivissecção - http://www.geocities.com/Petsburgh/8205/
Organização sem fins lucrativos que tem por objetivo promover a abolição total da experimentação animal.

Leia a Pensata Animal: www.sentiens.net
 
Participe da Comunidade Sentiens, no Orkut:
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=21547625

RodapéRodapé
|   Home   |   Ajude   |   Sou contra    |   Curiosidades   |   Contate-nos   |   Login   |   FÓRUM   |   Perguntas Freqüentes   |